15 de setembro de 2017

Amor Para Um Escocês - Sarah MacLean

Livro: Amor Para Um Escocês
(A Scot in the Dark) 
Escândalos e Canalhas #2
Autor (a): Sarah MacLean 
Número de Páginas: 302
Editora: Gutenberg
Compre aqui e aqui.

Sinopse: Lillian Hargrove viveu sozinha por anos, reclusa, ansiando por amor e companhia. Desiludida de que todos os seus sonhos pudessem um dia se tornar realidade, a mais bela jovem da Inglaterra se envolve com um artista libertino e mentiroso, que promete amá-la para sempre e implora para que ela pose como sua musa para um escandaloso retrato.
Encantada pelo carinho e pela admiração que recebe dele, Lily aceita a proposta e se entrega de corpo e alma ao homem mais falso de Londres, mas fica exposta para toda a Sociedade, tornando-se motivo de piada e vergonha.
A jovem, entretanto, não esperava que um bruto escocês, recentemente intitulado Duque de Warnick e nomeado seu guardião, atravessasse a fronteira da Inglaterra para impedir que a ruína a alcançasse. 
Warnick chega em Londres com um único objetivo: casar sua protegida – que é bonita demais –, transferindo o problema para outra pessoa, e, em seguida, voltar à sua vida tranquila na Escócia, longe daquele lugar odioso que é Londres.
O plano parece perfeito, até Lily declarar que só se casaria por amor, e o duque escocês perceber que, aparentemente, há algo naquele país que ele realmente gosta…

RESENHA por Katielle Borba.

Oi, pessoal!

A resenha de hoje é do livro Amor Para Um Escocês da Sarah MacLean e publicação da Editora Gutenberg. Este livro faz parte da série Escândalos e Canalhas e o primeiro volume, Cilada Para Um Marquês, já foi resenhando no blog, para conferir clique aqui.

Mais uma vez estou apaixonada por uma história da Sarah, a cada livro lido só reforça ainda mais minha paixão por suas criações. Além de tudo ela ainda entrelaça a história com livros já publicados e isso me deixa muito feliz. Para quem ainda sente saudades – como eu – de O Clube dos Canalhas pode matar um pouquinho lendo este livro. E para quem ainda não leu a série anterior, pode ler essa sem problemas, pois vocês não serão prejudicados.

Alec Stuart é o 17º Duque de Warnick, não é um título que ele se orgulhe, pois Alec odeia tudo que tem referência a Londres. Apesar do título de duque ter caído em suas mãos ele não faz a mínima questão de viver na sociedade londrina. Ele é escocês e ama sua terra, somente algo muito grave é capaz de fazê-lo deixar a Escócia. Mesmo sendo duque, Alec não sabe de tudo, por exemplo, ele não sabia que tinha uma pupila, só foi ter ciência do fato quando a tal moça foi envolvida em um dos maiores escândalos londrinos. Alec parte de sua terra com a intenção de tentar consertar o acontecido, mas mal sabe ele o furacão que o aguarda.

Gente, como eu amo este livro! Amo tanto que quando terminei a última linha quis começar a leitura novamente. Mais uma vez a Sarah nos envolve em uma trama repleta de aventura, paixão e segredos. A escrita da autora é cativante, a história contada é fluída e muito ágil. Os personagens nos encantam e torcemos pelos protagonistas durante toda a leitura. As situações que os mocinhos se envolvem nos levam as gargalhadas, é fácil imaginar todos os cenários e tudo que está acontecendo. Os diálogos são espirituosos, inteligentes e no fim de tudo eu só queria mais e mais.

A nossa mocinha é Lillian Hargrove; ela praticamente passou a vida inteira sozinha, carente de afeto, atenção e amigos. Quando alguém lhe deu o que desejava Lillian se viu ludibriada, agora é o centro de um dos maiores escândalos que Londres já viu. Ela quer ir embora, fugir de tudo, mas o seu tutor apareceu e quer tentar resolver a situação. A chegada de Alec a cidade é tumultuada, ele é grande, musculoso e algumas das suas ações do passado resultaram em alguns apelidos como O Bruto Escocês e Demônio das Highlands.

Ele não se orgulha desses apelidos e até tem vergonha, mas isso ficará mais evidente quando Alec perceber que têm sentimentos amorosos por sua pupila. Ela é linda, inteligente e ele se acha indigno dela. Existe muito mais por trás da amargura que Alec carrega e caberá a Lillian mostrar a ele que todos esses apelidos estão errados, que ele é muito mais do que isso, que ele tem um coração bom, generoso, e que se deixar, Lillian irá amá-lo para sempre.

Amor Para Um Escocês é apaixonante. No início da história achei que Lillian seria uma mulher chata e ingênua, mas fui completamente enganada; o personagem dela cresce e surpreende. O Alec é uma delícia, amei a autora ter criado um personagem tão lindo e com problemas de estima; meu coração se partia cada vez que ele achava que não era digno de amor, que as mulheres só o queriam por causa do corpo, mas isso nem eu posso discordar, pois fiquei só imaginando quando ele aparecia vestido de kilt em um passeio pelo parque, era puro escândalo, ainda mais que os joelhos dele estavam aparecendo... 😂

Outra coisa que adorei neste livro foi que as irmãs perigosas deram o ar da graça novamente; no livro anterior elas já haviam aprontado um monte e neste aqui incentivaram Lillian a seguir atrás do que queria.

Enfim, amei a leitura! Já quero o próximo da série. Editora Gutenberg, por favor, preciso da publicação de The Day of The Duchess.

Leitura recomendada.

- Ele se veste como um pavão albino, então, pelo que conheço da vida, eu diria que você estaria melhor com um homem de kilt, garota.
– Minha reputação está arruinada porque sou uma mulher, e nós, mulheres, não nos pertencemos. Nós pertencemos ao mundo. Nosso corpo, nossa mente.
– Porque todos os homens são uns imbecis, ruins da cabeça, e merecem ser pendurados pelos polegares no St. James Park para serem ferroados por abelhas.
– Isso é criativo e terrível ao mesmo tempo. – Lily arregalou os olhos.
– Eu tenho minhas fantasias.

Leitura recomendada.

Série: 
02. Amor Para Um Escocês;
03. The Day of The Duchess.

Outras capas:

  



2 comentários

  1. Oi Kati, a resenha tá linda e também já quero a publicação do próximo, espero que a Gutenberg não demore a nos presentar :) Eu amei também alguns pontos que você citou nessa história, as irmãs perigosas e as participações dos personagens de outros livros, é sempre uma delicia quando somos surpreendidos por nomes conhecidos nas cenas :D Mas não tive a mesma experiência com os personagens principais, talvez não tenha lido no momento certo, mas achei Lilian bem ingênua e senti falta de uma amiga pra ela, esse lance dela ficar no limbo entre a classe alta e os empregados e não fazer amizade com ninguém... foi... não sei... não curti kkkkk Mas ainda assim, é uma história divertida e que mexe com as emoções e dou valor a autoras que me tiram da apatia e fazem com que eu me importe com o rumo da história. Ótima resenha Kati :)

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir