27 de setembro de 2017

O Alfaiate - Barbara Biazioli

Skoob
Livro: O Alfaiate
Autor (a): Barbara Biazioli
Número de Páginas: 156
Editora: Qualis 
Compre aqui.

Sinopse: Quando um serial killer toma as páginas dos jornais e as ruas de Dublin, o medo se instala na cidade.
A detetive Miranda Liam precisa descobrir quem está por trás disso e seus motivos, mas enquanto luta para que mais um corpo não seja encontrado, ela precisa lidar com um chefe déspota que a quer fora de sua repartição e um parceiro que mostra sinais de desequilíbrio.
Quando nada parece levar ao autor dos crimes, eis que surge uma pista: o alfaiate Tom Damon é relacionado ao caso. Ao mesmo tempo em que tudo aponta para ele como culpado, os instintos de Miranda mostravam que ela poderia cometer um erro ao levar um inocente à cadeia apenas para mostrar algum resultado aos superiores.
Mas, por mais que ela não acreditasse que Tom fosse o culpado, ele mesmo não fazia a menor questão de cooperar à sua inocência e seus segredos a intrigavam ao ponto de fazê-la não resistir a descobrir que mistérios ele guardava entre a fita métrica e o fundo da xícara de chá de lima da Pérsia...

RESENHA por Katielle Borba.

Oi, pessoal

A resenha de hoje é do livro O Alfaiate da Barbara Biazioli e publicação da Qualis Editora. Este livro é o meu primeiro contato com a autora e contarei o que achei para vocês.

A história é sobre a investigação de alguns assassinatos que estão acontecendo em Dublin e a detetive Miranda Liam ainda não conseguiu encontrar nenhum suspeito. A última vítima é uma mulher linda e o assassino foi descuidado, pois deixou algumas pistas. Isso leva a detetive até a casa de Thomaz Damon, um prestigiado alfaiate. O que era para ser uma investigação acaba tornando-se um jogo perigoso de sedução.

Quando saiu a capa deste livro fiquei muito curiosa e, quando descobri que a história se passava na Irlanda (minha terra dos sonhos), eu só pensei que precisava desta leitura. A trama tem um toque de suspense e mistério; são poucas as pistas que Miranda tem e apesar de tudo indicar Thomaz como culpado, o instinto dela diz outra coisa. O primeiro encontro deles é cheio de tensão, os olhares ficam presos e em alguns poucos minutos eles já sentem um desejo avassalador.

Thomaz é um homem misterioso. Sua aparência é divina e ele não precisa de esforço para seduzir uma mulher, apenas com um olhar mais demorado e uma xícara de chá ele conseguiu balançar o mundo de Miranda. Thomaz é o melhor do seu ramo, as peças de roupa que confecciona são exclusivas e os seus clientes são simplesmente as pessoas mais bem vistas de Dublin. Ele é quieto, fechado e frio; mesmo sendo acusado não demonstra nenhuma emoção e isso intriga os investigadores. Ele têm muitos segredos, coisas que aconteceram no passado e que o fizeram sofrer muito e moldou o homem que é hoje.

Gostei bastante da trama do livro, mas não me senti muito ligada aos protagonistas; enquanto eu lia não simpatizava com o que estava acontecendo e acho que isso é pela narrativa. O livro apresenta muitos personagens, cita vários nomes e como são poucas páginas é difícil ficar familiarizada, me senti perdida. Além de a trama central ser a investigação dos assassinatos, Miranda ainda tem que lidar com um perseguidor.

Quanto à resolução do assassinato a autora conseguiu me surpreender. Pensei em várias hipóteses, algumas vezes achei que certos pontos citados não deveriam estar ali, mas no final tudo é amarrado e o grande “pulo do gato” está nas últimas páginas da história.

Enfim, gostei da leitura. Confesso que esperava mais, mas mesmo assim foi um bom livro e com um final digamos que surpreendente.

Leitura recomendada. 


Nenhum comentário

Postar um comentário