7 de fevereiro de 2018

Eu Nunca - Mila Wander e Josy Stoque

Livro: Eu Nunca 
Eu Nunca #1
Autores (as): Mila Wander e Josy Stoque
Número de Páginas: 368
Editora: Pandorga
Compre aqui.

Sinopse: O que você faria se dividisse um prêmio de trezentos milhões de reais com um desconhecido?
Pauline de Freitas Dias, uma mulher bem-resolvida que ama viver a liberdade plena, sabe exatamente o que fazer! Ela já tinha em mente o itinerário da viagem mais incrível de sua vida antes mesmo de apostar. Sua empolgação ao falar dos destinos mais inusitados da lista contagia o tímido Joseph Ayres, com quem literalmente esbarra na fila da lotérica. Ele é convencido a jogar pela tagarelice sem fim da doidinha, mesmo que relute devido aos seus princípios rígidos. O destino faz com que marquem os mesmos números e ganhem uma bolada inédita! Animada com a sorte dupla, Pauline convida Joseph para acompanhá-la em uma aventura pelos lugares mais exóticos do país. De cara, percebem o quanto são diferentes: ela é uma paulistana completamente liberal e ele é um mineirinho virgem que acabou de ser enxotado pela noiva. Disposta a fazer Joseph se permitir de verdade, Pauline estipula três regrinhas antes de iniciarem a viagem:
1) nada de usar o celular,
2) experimentar tudo o que puder e
3) não se apaixonar.
Ambos têm muito dinheiro para gastar e nada a perder, mas não podem prever que essa experiência única se tornará a mais louca de suas vidas, principalmente quando começam a quebrar as regras, uma por uma.

RESENHA por Katielle Borba.

Oi, gente!

A resenha de hoje é do livro Eu Nunca das autoras Mila Wander e Josy Stoque. A publicação é da Editora Pandorga. Originalmente é um livro único, mas a Pandorga o dividiu em dois volumes.

Em Eu Nunca conheceremos a Pauline. Ela é uma mulher diferente de muitas, livre, de coração aberto e disposta a experimentar qualquer coisa e isso é levado ao pé da letra. Ela acaba de mudar-se para uma cidade do interior de Minas e logo nos primeiros dias de sua estadia conhece o Joseph em uma casa lotérica. Diferente dela, Joseph é muito tímido, qualquer coisa já o deixa envergonhado; isso até poderia ser um empecilho, mas até que dá certo charme ao rapaz. Eles começam a conversar e Pauline com seu jeito despojado e com sua língua solta o assusta. A casa lotérica está lotada, pois logo mais será o sorteio de um mega prêmio, 300 milhões de reais para quem acerta apenas seis números. Quis o destino que os dois dividissem a bolada e agora eles têm um mundo de possibilidades à frente. 

Narrado em primeira pessoa o livro alterna entre os dois protagonistas. Adorei poder acompanhar um pouco mais de perto os sentimentos de cada, pois são tão diferentes que seria difícil entendê-los se fosse apenas um narrador. A trama é leve, fluída e muito viciante. Eu Nunca é de rápida leitura, é bem o tipo de livro que quando a gente pisca já acabou. A história é dinâmica e muito divertida, é impossível não ficar torcendo pelos dois personagens.

A Pauline é um furacão, por onde passa deixa um rastro. Ninguém fica imune aos seus encantos, sorrisos e sua alegria. Gostei dela como personagem, mas confesso que em alguns momentos me deixou um pouco irritada com tanta vontade que tinha de ser livre; não a julgo por isso, mas me pareceu muito “vida louca”, querendo viver tudo – que demorou uma vida inteira para planejar – em apenas uma semana. É difícil dizer não para ela, pois é muito persuasiva e no final sempre consegue o que quer.

Já o Joseph é um encanto. Gostei muito dele, mas fiquei com pena do coitado; é uma ótima pessoa, mas o seu jeito de ser e como foi criado atrapalham muito a sua vida. Joseph nunca viveu nenhuma aventura, na verdade ele nem sabe o que significa a palavra aventura; qualquer coisa o deixa vermelho igual a um tomate e tudo para ele é errado. Pauline o deixa vermelho em 90% do livro e é impossível não dar muitas risadas com os dois.

Pauline e Joseph são tão diferentes um do outro que é até difícil imaginar que algo dará certo entre eles. Antes da viagem uma das regras de Pauline era que ele não poderia se apaixonar, mas isso será complicado, pois a convivência e a intimidade são enormes. Durante a aventura eles mudam, e muito. É bonito de acompanhar, principalmente o Joseph, parece que ele está desabrochando, descobrindo como viver, aproveitando tudo que a vida tem a oferecer.

A história é muito gostosa, mas acaba de uma maneira que deixou meu coração apertado. Espero que não demore a sair o segundo volume, pois a minha curiosidade é imensa.

Se você gosta de livro divertido, envolvente e com uma pegada hot pode dar uma oportunidade a Eu Nunca. A Mila e a Josy são ótimas em histórias separadas, mas juntas elas arrasam.

Leitura recomendada.


Nenhum comentário

Postar um comentário