21 de maio de 2018

Submissa e Dominada - Maya Banks

Livros: Submissa e Dominada 
(Mastered, Dominated)
The Enforcers #1 e #2
Autor (a): Maya Banks
Núméro de Páginas: 321 e 307.
Editora: Gutenberg
Compre aqui e aqui.

Sinopse Submissa: 
Eles não seguem as regras. Eles FAZEM as regras.
Uma nova série que vai mexer com você da cabeça aos pés. Poder, sedução, dinheiro, submissão, dominação, dor e prazer… Nesse jogo que está prestes a começar, o amor não entra nas regras. Será que você está preparada?
Evangeline nunca soube o que é viver no luxo, pois sempre teve que trabalhar duro para ajudar os pais e conseguir sobreviver em Nova York. Típica garota do interior, sente-se deslocada em meio à metrópole e percebe que ingenuidade e sinceridade, que sempre foram suas características mais marcantes, são vistas como defeitos pelos nova-iorquinos e, principalmente, por seu ex-namorado que a seduziu e a abandonou.
Ele se apossa do que quer, sem remorso e sem culpa.
Drake Donovan é um magnata do entretenimento e um dos milionários mais cobiçados do mundo. Ele e seus “irmãos” ergueram um império em Nova York, e o seu maior empreendimento é a badaladíssima Impulse, a casa noturna mais exclusiva da cidade. Acostumado a ter todos na palma da mão, Drake sente seu inabalável mundo balançar quando vê uma jovem com ar angelical e inocente perdida em sua boate. Quem era aquela garota? Ele não tem ideia, mas de uma coisa tem certeza: ela será dele!
Ela não sabe se é capaz de dar o que ele deseja.
Incentivada pelas amigas, ir sozinha à Impulse parece o plano perfeito para Evangeline se vingar do ex-namorado canalha. Mas o que está prestes a acontecer vai mudar sua vida para sempre. Uma proposta… Uma tentadora oportunidade de ter tudo aquilo que nem em sonhos ela imaginaria possível. O preço? Submissão total e completa.

RESENHA por Katielle Borba

Oi, gente!

A resenha de hoje é dupla. Recentemente li – em sequência – os livros Submissa e Dominada da Maya Banks. Eles fazem parte da série The Enforcers e a publicação é da Editora Gutenberg. Os dois livros contam a história de Evangeline e Drake Donovan e como a relação deles de dominação e submissão mudou completamente a vida dos dois.

Evangeline nunca soube o que era luxo. Sua vida sempre foi trabalhar para ajudar seus pais. Ela deixou a cidade pequena e foi tentar a sorte em Nova York, ela dá duro, enfrenta as dificuldades porque precisa dar o melhor para eles. Seu jeito é carinhoso e sua bondade está estampada no rosto e talvez por isso ela tenha sido enganada por alguém em quem confiou. Evangeline está arrasada e para tentar levantar o astral suas amigas a convencem de ir a uma festa no lugar mais badalado da cidade, a Impulse.

A Impulse é comandada por Drake. Ele é frio e dono de um grande império. Drake não teria tudo que tem se não fosse a ajuda de seus irmãos, homens que não tem o mesmo sangue dele, mas que dariam a vida por ele. Drake não se envolve emocionalmente com ninguém, até porque nenhuma mulher conseguiu ser o que ele precisa. Mas em uma noite qualquer entra em sua boate uma linda mulher e será essa pessoa que mudará seu mundo.

Sempre digo que estou um pouco saturada de livros que tenham paixão instantânea e relação de dominador e submissa, mas mais uma vez a Maya Banks me deixou muito curiosa. Confesso que os dois livros não foram, nem de longe, os melhores que já li dela, mas mesmo assim me vi curiosa quando terminou o primeiro e foi muito bom eu já ter a sequência, senão, minha curiosidade tinha me matado.

Assim que eles se encontraram a paixão foi instantânea e como Drake é um homem controlador queria que ela estivesse na sua vida e em sua cama. Evangeline nem viu o caminhão que a atropelou, de repente ela já estava na casa dele e vivendo sob o domínio dele, e se sentiu confortável com isso, ela nem sabia que era uma submissa até encontrar Drake.

O livro teve muitos pontos que me deixaram incomodada, um deles foi a paixão à primeira vista e outra coisa foi o jeito de Drake tratar a Evangeline, e não digo isso nem na relação sexual, mas sim em outros aspectos. Drake confia somente nos seus homens e para ele é muito complicado se abrir para Evangeline, mas na minha humilde opinião nem isso justifica o que ele faz com ela no final do primeiro livro. Sinceramente eu não esperava e foi muito difícil digerir o que aconteceu.  A minha esperança era de que no segundo livro ela o fizesse sofrer, que fizesse aceitá-la e entendê-la, mas quando precisou mostrar que confiava nela, Drake ferrou com tudo mais uma vez. A relação deles é difícil, ele é poderoso e Evangeline com toda sua ingenuidade não consegue entender o poder que seu homem possui e que ela também está em perigo vivendo ao lado dele.

Algo que gostei muito nos livros foram os “irmãos” de Drake. Fiquei encantada por cada um deles e espero que a Maya escreva livros sobre todos. O próximo livro da série já será de um deles e estou bem curiosa.

Enfim, se você é fã da Maya deve iniciar a série. Dei uma pesquisada e já sei que o próximo livro parece ser melhor que esses dois primeiros. Se você gosta de relação entre dominador e submissa também deve se jogar na leitura. Só não vá pensando que o Drake é um amor de homem e que irá mudar completamente sua vida por causa da Evangeline, pois isso não acontece.

Gostei dos dois livros, mas espero muito mais dos próximos.

Leitura recomenda.

Série The Enforcers:
01. Submissa;
02. Dominada;
03. Kept.

Outras capas: 

    



Nenhum comentário

Postar um comentário