[RESENHA] Libertados de T.M. Frazier


Livro: Libertados
(The Outskirts)
The Outskirts #1
Autor (a): T.M. Frazier
Número de Páginas: 271
Editora: The Gift Box 
Compre aqui.

Sinopse: Sawyer quer ter a própria vida.
Finn quer esquecer que um dia teve uma.
Depois de uma tragédia, Finn Hollis foge para o pântano para ficar sozinho. Até que Sawyer Dixon aparece, cheia de inocência para lá de quente, alegando ser a dona das terras a menos de quinze metros da porta de sua casa.
Sawyer o incomoda profundamente, mas sabe o que é pior ainda? Ela o faz desejar coisas. Coisas nas quais Finn não pensava há muito, muito tempo.
Finn quer Sawyer longe dali quase tanto quanto a quer em sua cama.
O pântano esta prestes a ficar muito, muito MAIS QUENTE.

RESENHA por Katielle Borba.

Oi, pessoal!

A resenha de hoje é do livro Libertados da autora T.M. Frazier e publicação da The Gift Box. Este é o primeiro da duologia The Outskirts.

O que me fez ler este livro foi a capa 😂😂. Sim, fiquei babando no tanquinho e pensei: por que não? Logo nos primeiros capítulos fui fisgada pela história e pelos personagens, pessoas tão quebradas que eu só torci pelo final feliz deles.

Em Libertados conheceremos o Finn e a Sawyer. Ele, um homem destruído por uma tragédia, ela uma garota inocente que viveu o inferno nos seus poucos anos de vida.

Finn vive isolado na quente cidade de Outskirts. Faz dois anos que sua vida mudou drasticamente, dois anos que ele decidiu se afastar de todos e viver como um ermitão na beira de um pântano. Sua vida continuaria a mesma se não fosse pela chegada de Sawyer; Finn fica revoltado com o fato de uma garota invadir seu lugar seguro e acabar com a paz de sua vida autodestrutiva, mas nem mesmo ele é capaz de resistir à inocência dela.

Que grata surpresa foi este livro. ❤ Em poucas horas conclui a leitura e só pude ficar desesperada pelo próximo. Os capítulos são alternados entre os dois protagonistas e a trama conquista e cativa. A narrativa é gostosa e fluída, o livro é tão amor que não tem como iniciar e não terminar de uma só vez.

Finn conquistou meu coração desde o início. Tenho um fraco por homens sofridos, que acreditam que nunca encontrarão o amor, minha vontade é der ser a mocinha que mudará a vida deles para sempre, pois sempre que a máscara de durão cai eles tornam-se homens incríveis e com Finn não foi diferente; ele tem um coração tão bom que eu só queria abraçá-lo nos momentos difíceis. Fiquei fascinada pelo estilo de vida que ele leva e mais feliz ainda quando se dispôs a seguir em frente depois de tanto tempo sofrendo.

A Sawyer também é ótima. Eu até poderia dizer que a inocência dela a tornou uma pessoa chata, mas não. Ler sobre ela descobrindo o mundo, prazeres e o amor foi uma delícia. A vida de Sawyer não foi nada fácil; os primeiros capítulos, onde narra seu sofrimento, foram bem complicados, é difícil ler sobre algo que é tão real na vida de muita gente.

A autora nos agracia com uma história maravilhosa em Libertados. Desde o principio havia algo de misterioso no ar e tudo foi se construindo para o grande ápice, então, o livro acabou. Imaginem minha cara de desespero. The Gift, NECESSITO da continuação deste livro. A autora soube conduzir a trama sem revelar nada e eu, realmente, fiquei surpresa como tudo se desenrolou.

O livro nos apresenta outros personagens e entre eles os melhores amigos de Finn e Sawyer, adorei a história paralela que a autora criou para os dois e, também, aguardo o desfecho para eles.

Li o livro em formato digital e encontrei alguns errinhos, mas nada que comprometa a leitura. Confesso que não sou muito ligada nisso, mas eu não poderia deixar de mencionar.

Enfim, recomendo muito a leitura. Com certeza comprarei a edição física e aguardo com ansiedade a publicação do segundo volume.

Finn era muitas coisas. Extremamente mal-humorado. Irritante, Uma verdadeira tempestade negativa. Mas também era altruísta quando o assunto era me resgatar e ótimo em me distrair.
Tão bom, na verdade, é que enquanto ele estava me beijando, eu quase esqueci que ele me odiava.

Leitura recomendada.

Livros:
01. Libertados;
02. Renegados.

Outras capas:


 

Um comentário

  1. E quem não iria babar nesse tanquinho hein Kati?! kkkkkkkk

    Amei a resenha, fiquei curiosa pra ler a história também e conhecer mais desses personagens. Já quero resenha da continuação pra saber se continua nesse nível de qualidade rsr ;) :D

    ResponderExcluir