[RESENHA] Herdeiro Caído de Erin Watt


Livro: Herdeiro Caído
(Fallen Heir)
The Royal's #4
Autor (a): Erin Watt
Número de Páginas: 320
Editora: Planeta 
Compre aqui.

Sinopse: Easton Royal tem tudo: beleza, dinheiro, inteligência. Seu principal objetivo é se divertir o máximo possível, sem nunca pensar nas consequências - porque, afinal de contas, ele não precisa.
Até que surge em sua vida Hartley Wright, balançando suas estruturas. Hartley foi a única garota que o disse “não” e Easton não consegue entende-la, o que a torna ainda mais irresistível.
Hartley não o quer. Ela diz que ele precisa crescer. E ela pode estar certa.
Rivais. Regras. Arrependimentos. Pela primeira vez na vida de Easton, se esconder sob a influência da coroa Royal não é o suficiente. Ele está prestes a descobrir que quanto mais alto você sobe, mais dura é a queda.

RESENHA por Katielle Borba.

Oi, gente!

A resenha de hoje é do livro Herdeiro Caído de Erin Watt e publicação da Planeta de Livros. Este é o quarto livro da Série The Royal’s.

Achei que nada mais poderia me surpreender no universo da família Royal, mas eu ainda não conhecia profundamente o Easton. Durante os livros anteriores dá para ter uma noção de como ele é, só que o seu verdadeiro “eu” é triste e sombrio.

Ninguém diz não para Easton e quando surge a mulher que faz isso, o deixa de queixo caído. Hartley se torna um desafio e, quanto mais tempo ele passa ao lado dela, mais percebe que pode se machucar e machucá-la profundamente.

Gente, que livro! Iniciei a leitura sem pretensão alguma, achava que, talvez, fosse mais do mesmo, algo parecido com os livros anteriores, mas conhecer o Easton é devastador e sufocante. Herdeiro Caído termina muito rápido, a história prende do início ao fim, envolve e deixa o leitor com o coração apertado.

Sei que essa série tem muitas coisas erradas, atitudes que não são as corretas, mas não me importo, me rendi a todos os personagens e falem o que quiserem, sou fã assumida. Amo essa família. ❤💙

Easton é o irmão do meio, aquele que fica perdido, ele não tem conexão com os mais velhos e nem com os mais novos, então se sente sozinho. Ele é uma pessoa destrutiva e egoísta, faz o que tiver que fazer e danem-se os outros, dane-se o mundo. Ele não pensa nas consequências, não pensa em como suas ações podem machucar ou prejudicar as pessoas, ele só sabe que precisa de uma fuga e isso pode acontecer com mulheres, drogas, velocidade ou com qualquer outra coisa que prenda sua atenção por mais que cinco minutos.

Se eu fiquei raiva dele? Sim, fiquei, mas compreendi toda situação pela qual ele passou e ainda passa. Easton precisa de atenção, carinho, precisa ser amado. Acredito que ele não saiba seu lugar no mundo, todas as atitudes dele são para que alguém o note e contra tudo que ele achava isso acontece com a Hartley.

Hartley é um mistério, cheia de segredos ela não quer envolvimento com ninguém. Hartley tenta ficar afastada de Easton, mas é impossível, pois ele sabe ser bem persuasivo. É visível que o envolvimento deles só poderia trazer coisas ruins, mas mesmo assim Easton é bem insistente e, mesmo que só tenha amizade entre os dois, isso já é motivo para muita devastação.

Não sei o que eu esperava do final deste livro, mas com certeza não foi o que li e tipo, NECESSITO da continuação. Com certeza é o livro em que mais fiquei tensa durante a leitura e o que mais me deixou ansiosa depois dela, minha vontade era de ler tudo novamente, pois até agora não consigo acreditar naquelas palavras.

Como eu amo essa série, é claro que indico a leitura, mas tenho plena consciência que estes livros não serão do agrado de todos.

Agora só me resta esperar e torcer que o próximo livro seja publicado. Até lá ficarei remoendo e tentando compreender/aceitar o grande complexo que é Easton Royal.

- Que nada, cara - respondo com um sorriso. - Meu corpo é um parquinho. Não, espera. É um parque de diversões. Eastonlândia. As gatas vêm de longe pra experimentar os brinquedos radicais da Eastonlândia.
- É uma lógica absurda.
- Eu sou um Royal. Absurdo é o meu sobrenome. 

Leitura recomendada.

Série:
04. Herdeiro Caído;
05. Cracked Kingdom.

Outras capas: 

  



Um comentário

  1. Oi Kati, preciso desse livro pra continuar a série, mas como vai ter continuação pelo que vi ali, vou esperar mais um pouquinho. Eu amei a resenha, essa é sim uma série polêmica e que não vai agradar a todos, mas acho que o bom da leitura é isso, a diversidade de opiniões que uma mesma história pode gerar e o respeito adquirido por aqueles que não concordam conosco.

    Amei a resenha. Bjks!!

    ResponderExcluir