[RESENHA] A Tentação do Casamento de Mary Balogh


Livro: A Tentação do Casamento
(Someone To Wed)
Série Westcott # 3
Autor (a): Mary Balogh
Número de Páginas: 320
Editora: ASA Portugal

Sinopse: Alexander Westcott carrega um grande fardo. Embora tenha herdado o título de conde de Riverdale, não é propriamente um homem de posses. O seu sentido de dever obriga-o, porém, a restaurar a propriedade que lhe coube em herança, pois dela dependem muitas famílias. Resta-lhe uma opção: casar com uma mulher abastada.
Mas antes de ser capaz de pôr o seu plano em ação, Alexander recebe um insólito convite para tomar chá com a vizinha, Miss Wren Heyden. E a acompanhar o chá vem… uma proposta de casamento!
Wren é uma mulher rica, mas sabe que ninguém quererá casar com ela. Vive em reclusão, e são poucos os que alguma vez vislumbraram o seu rosto. Ela anseia agora por um marido, nem que tenha de o comprar!
Estará o tão improvável casal preparado para o que aí vem?

RESENHA por Luciana Corrêa da Silva.

Olá, como vão?

A minha resenha de hoje é do mais recente livro da diva Mary Balogh cá em terras portuguesas. A Tentação do Casamento é um livro lindo, pertencente à série Westcott e publicado pela Editora ASA. Que eu sou fã da Mary Balogh toda a gente sabe, mas este talvez seja, sem sombra de dúvidas, o melhor livro dela que já li. É o terceiro livro de uma das melhores séries de romance que eu já tive o prazer de ler (tem resenha aqui), mas neste livro em especial, a autora toca o coração dos leitores de uma forma única.

Nos livros anteriores acompanhamos histórias incríveis, que mudaram o destino de muita gente, mas o que Alex e Wren nos trazem é muito belo e enternecedor.

Alexander Westcott herdou o título de conde de Riverdale e também o fardo de não ser um homem de posses. A falta de dinheiro não o preocupa tanto, mas sim o fato dele ter, sob a sua responsabilidade, muitas famílias que estão a viver de forma precária. Pesa em seu coração o sentido de que ele deve dar meios para que toda essa gente possa trabalhar e levar suas vidas com dignidade. Tudo o que ele mais deseja é poder restaurar a bela casa e também a propriedade toda, mas com que meios? O jeito será arranjar uma herdeira rica, que lhe promova tais mudanças.

Antes mesmo que o rapaz consiga conviver com os novos vizinhos, recebe um convite muito peculiar. Ele vem de uma vizinha, Miss Heyden, que quer que ele percorra os 12 quilômetros que os distanciam para tomar um chá da tarde.

Assim que chega, percebe que ele é o único convidado e que a moça que o recebe age de forma muito diferente do habitual. Ela senta-se a um canto e cobre-se com um véu. Mas mais que a estranheza da situação, o convite para o chá traz também uma proposta inusitada… um pedido de casamento. Wren é uma moça única, detentora de uma grande fortuna, dona de uma fábrica, mas ela sabe que nenhum homem casará com ela se não for por esses motivos.

Ela vive reclusa e é praticamente um mistério, pois quase ninguém sabe de sua existência, os que sabem dela jamais viram o seu rosto. Mas agora, diante desse homem lindo, terá ela de mudar totalmente o rumo das coisas, se quiser mesmo tornar-se uma mulher casada. Ela deseja muito um marido e terá um nem que seja preciso usar toda a sua riqueza para tê-lo.

Alexander fica rendido por tanto mistério, percebe que por baixo de tanta dor há uma menina cheia de determinação e força e é nisso que ele vai se apegar. Ele lhe fará muitas propostas inacreditáveis, será que ela estará preparada para o que vem por aí?

Que casal maravilhoso, que família espetacular! Eu já os conhecia dos livros anteriores, já sabia que eram personagens maravilhosos, mas não imaginava o nível que poderiam alcançar. São pessoas da alta sociedade, cheios de problemas, mas que resolvem tudo com amor e união. Fiquei mesmo encantada com esta história, acalentada por um homem tão motivado e desmedido no que toca descobrir o amor.

Estou deslumbrada com esse livro, com esses personagens, com a força da Wren, que sofre por um motivo muito normal para homens e mulheres dos dias de hoje. Os dramas de sua vida não são poucos, mas a força que ela tem para os enfrentar, ao lado de Alexander, são do melhor que alguém pode contar.

Quero muito que essa série seja infinita, acredito que muita coisa boa ainda vem por aí, já desejo ardentemente o próximo livro.

Beijinho e até a próxima. 😉

Série Westcott:
03. A Tentação do Casamento;
04. Someone to Care;
05. Someone to Trust.

Outras capas:

  



2 comentários

  1. Eita que lindeza de resenha. Fiquei super intrigada com essa história e os personagens. Já preciso dela por aqui e vou torcer muito pra Arqueiro lançar mais essa série. Eu amei as resenhas anteriores e essa então.... quero muito <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lili, querida, essa série já virou meu xodó. Amo de paixão essa autora e esses personagens, espero que logo logo publiquem aí. Beijinho e obrigada!

      Excluir